Biocomb


Sopa iônica para fazer etanol celulósico by squizato
5/junho/2007, 9:24 am
Filed under: Clipping, Etanol, Geral, Tecnologia

O jornal japonês Nikkei publicou reportagem informando que cientistas da Universidade de Tokyo descobriram uma nova forma de quebrar as moléculas de lignocelulose para produzir etanol a partir desta matéria-prima.

Segundo a reportagem, a técnica consiste em dissolver a celulose em uma sopa iônica. Após este procedimento adiciona-se água para recuperar a parte útil.

A experiência japonesa se soma a outras que procuram novas formas de facilitar a quebra das moléculas, atualmente o maior desafio para tornar o etanol celulósico competitivo com os métodos de produção atuais e possibilitar o uso de uma grande variedade de matérias-primas.

Powered by ScribeFire.

Anúncios


Chavez contra-ataca e as parcerias da Petrobras by squizato
30/abril/2007, 2:40 pm
Filed under: Biodiesel, Clipping, Economia, Etanol, Geral, Internacional, Política

As principais notícias de hoje sobre biocombustíveis são que o presidente Venezuelano Hugo Chavez anunciou que o seu país será o único fornecedor de petróleo para Nicarágua, Haiti, Cuba, e Bolívia. Os dois primeiros também são países-chave no acordo entre  Brasil e Estados Unidos para produção de biocombustíveis no continente. A notícia saiu em O Estado de S. Paulo.

Já a Gazeta Mercantil, informa que o presidente da Petrobras, José Sergio Gabrielli, afirmou que a empresa já tem acordo sobre biocombustíveis com sete países: Chile, Paraguai, Peru, Colômbia e Venezuela, na América do Sul. também já são parceiros Japão e Itália. O texto informa que estão sendo negociados acordos na área com a Dinamarca e a Noruega.

Já o Valor Econômico traz rep[ortagens mostrando as vantagens do sebo de boi para a fabricação de biodiesel. A fonte da informação é de Linneu da Costa Lima, secretário de produção e agroenergia do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. A tonelada do sebo está em R$ 1.150,00, enquanto a do óleo de soja é vendida por R$ 1.600,00, a do óleo de girassol custa R$ 1.750,00 e do óleo de palma alcança R$ 2.000,00. a mais cara, contudo, é da mamona que chega a R$ 2.950,00 por tonelada.

Já a agência de notícvias da Udop traz reportagem sobre como os brasileiros estão investindo na produção de etanol no Paraguai. O texto cita uma declaração do ministro da Indústria e Comércio do país que há interesse por investimentos em cinco estados. Apenas no departamento (estado) Canindeyú, na divisa com Paraná e Mato Grosso do Sul, nove usinas podem ser construídas.



Manchetes contra o etanol by squizato
30/abril/2007, 2:07 pm
Filed under: Agricultura, Clipping, Economia, Etanol, Geral, Internacional

Ontem os dois principais jornais de São Paulo e do Rio de Janeiro deram destaques para reportagens que destacam aspectos negativos do etanol.

Na Folha de S. Paulo, a manchete do jornal de ontem foi “Cortadores de cana têm vida útil menor que a dos escravos” (somente para assinantes da Folha e do UOL). A reportagem revela o trabalho da pesquisadora Maria Aparecida de Moraes Silva, livre docente da Universidade Estadual Paulista (Unesp). No trabalho ela diz que a demanda por maior produtividade está reduzindo o tempode vida útil do cortador de cana. Segundo os dados da reportagem, nas décadas de 1980 e 1990, o tempo média de permanência na profissão era de 15 anos. Ataulmente, a pesquisadora acredita que gire ao redor de 12 anos. Apesar dos problemas apontados, que também indicam que os cortadores são cada vez mais novos para dar conta das condições de trabalho, a pesquisadora diz que a situação começa a melhorar graças à fiscalização do Ministério Público do Trabalho.

Já os leitores fluminenses, puderam conferir na edição de ontem de O Globo a reportagem intitulada “A desigualdade do etanol”. O texto mostra que grandes produtores de cana como Morro Agudo (SP) e Campos (RJ) registraram aumento da desigualdade de renda e problemas relacionados às condições de trabalho. situação similar a das novas fronteiras da cana, como no Centro-Oeste, onde são citados casos de indígenas trabalhando em condições degradantes.

Já no Estadão, duas matérias mais positivas. Uma reporta uma crítica da ONU aos subsídios norte-americanos e europeus aos biocombustíveis. A outra diz que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva deve assinar na próxima quinta-feira protocolo de intenções para construção de alcoolduto de 1.150 quilômetrosentre Senadro Canedo e Paulínea. Os investimetnos fazem parte do PAC e devem somar R$ 4,1 bilhões. O texto alerta, contudo, que a obra “só deve sair do papel com a confirmação dogoverno japonês do início de importação do etanol brasileiro”.



Brasil e Chile selam acordo sobre biocombustíveis by agreco
27/abril/2007, 5:56 pm
Filed under: Biodiesel, Clipping, Etanol

Os presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Michelle Bachelet selaram um acordo entre Brasil e Chile para pesquisa, desenvolvimento e produção de biocombustíveis.

A Petrobrás e a Enap, empresa chilena do setor de petróleo e gás, também formalizaram um acordo para participação em projetos relacionados a biocombustíveis.

A notícia está no O Estado de S. Paulo de hoje.



Biodiesel: mais empresas chegando ao Brasil by agreco
26/abril/2007, 8:42 am
Filed under: Clipping, Geral

A empresa austríaca BDI, que desenvolve tecnologia e faz equipamentos para produção de biodiesel, fará seu primeiro projeto no Brasil. Será uma usina no Rio, com capacidade para 100 milhões de litros por ano, à base de óleo residual de cozinhas industriais, segundo notícia do jornal Valor.



Rio quer aumentar participação do Biodiesel by squizato
24/abril/2007, 1:16 pm
Filed under: Agricultura, Biodiesel, Clipping, Economia, Geral, Meio ambiente

Nota de O Globo do final semana dizque o Rio quer usar mais biodiesel do que o determinado pelo governo federal a partir do ano que vem. Para isso estabe;eceria zonas de cultura de oleaginosas e reaproveitaria o óleo de fritura. Leia a íntegra abaixo:

“Um plano para o biodiesel no estado

Flávia Oliveira (O Globo)

“O Estado do Rio quer entrar na era do biodiesel com uma mistura superior à estipulada pelo governo federal. O secretário do Meio Ambiente, Carlos Minc, está negociando com empresários de ônibus o uso de 5% do combustível ecologicamente correto na frota da capital, em vez dos 2% que se tornarão obrigatórios para o resto do país a partir do ano que vem.
Além disso, Minc negocia com o grupo austríaco BDI Internacional a construção de uma usina de biodiesel com sobras de óleo vegetal, num modelo semelhante ao que foi anunciado ontem em parceria com a Refinaria de Manguinhos. A primeira reunião com os investidores será dia 26 e terá a presença do diretor de abastecimento da Petrobras, Paulo Roberto Costa. O plano inclui ainda a escolha de áreas em quatro regiões do estado que receberão incentivos para o plantio de oleaginosas destinadas à produção de biodiesel.”



Troca de bastão na Unica by squizato
19/abril/2007, 10:09 am
Filed under: Clipping, Etanol, Geral, Política

O atual presidente da Unica, Eduardo Pereira de Carvalho, deve deixar o cargo por vontade própria após a realização do Ethanol Summit, em junho. A decisão, segundo notícia do Valor Econômico (somente para asssinantes), foi motivada pela vontade do executivo em retornar às atividades empresariais depois de sete anos à frente da entidade que reúne a indústria sucroalcooleira. Ele deve ocupar cargo de direção em um grande grupo sucroalcooleiro nacional.

A entidade contratou um head hunter para encontrar um substituto à altura de Carvalho. Entre as principais opções estão o ex-ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio, Luiz Fernando Furlan, o atual presidente da Abecitrus (Associação Brasileiras dos Exportadores de Cítricos), Ademerval Garcia, ou da Abipecs (Associação Brasileira da Indústria Produtora e Exportadora de Carne Suína), Pedro de Camargo Neto.